quinta-feira, 27 de outubro de 2016

CRÔNICAS DA TORMENTA - AVENTURA 01: ESCAMAS BRANCAS

Olá Mestres e jogadores de Dungeons & Dragons!!!
Eis aqui o relato da minha campanha de D&D 4E ambientado no cenário de Tormenta.

- Sessão 00: Introdução à campanha

A MISSÃO

Atendendo a uma convocação do reino de Tyrondir, quatro aventureiros chegam até o porto do Vilarejo de Questor afim de se juntarem ao exército do Reinado para enfrentarem um possível avanço do exército goblinóide da Aliança Negra. Porém, os heróis primeiro precisam se provar  capazes. Para isso, primeiro precisam resolver alguns problemas locais do vilarejo...

OS HERÓIS

- Ikky Windfey. Meio-Elfo Híbrido (Bruxo/Lâmina Arcana)
- Sendril. Humano Battlemind
- Mhalgor El-Anor Drow Patrulheiro
-
Valéria Humana Clériga


A HISTÓRIA

1. Os heróis chegam de navio no Vilarejo de Questor, atendendo ao chamado às armas do reino de Tyrondir. O exército reúne os aventureiros afim de testar suas habilidades de combate. Os heróis enfrentam outro grupo de aventureiros em um combate não mortal. Os heróis vencem, mas é perceptível que precisam aprender a trabalhar em equipe.

2. Os oficiais ainda não confiam nas habilidades dos aventureiros e pedem para que eles busquem resolver algum problema local para adquirirem experiência de combate e a confiarem um nos outros. Os heróis aprendem que alguns pescadores locais não estão conseguindo subir o rio para capturarem seus peixes pois as embarcações estão sendo atacadas com alguma criatura de escamas brancas. Eles encontram um guia que os levam até próximo do local de onde houveram os ataques porém os heróis devem seguir o resto do caminho a pé. Durante o percurso, eles são atacados por alguns sapos gigantes que querem transformá-los em jantar.



3. Após lidarem com os sapos, os heróis continuam investigando o caminho e chegam em uma antiga vila que hoje se encontra abandonada e completamente coberta pela selva. Os heróis percebem que um pequeno bando de kobolds montam guarda próximos a uma antiga ponte. Os heróis combatem os kobolds e no final forçam um deles a revelarem o que ele sabe sobre a misteriosa criatura de escamas brancas. O kobold afirma que tal criatura é seu "deus."



4. O kobold também revela um túnel secreto embaixo da ponte. Os heróis descobrem o túnel e entram por ele, apenas para darem de cara com um covil repleto de kobolds e um dragonete de guarda de estimação.



5. Após o confronto, os heróis prosseguem pela masmorra secreta da ponte e chegam numa sala ampla onde há uma piscina que dá acesso ao rio dentro dela, os kobolds transformaram o local em um covil. Eles não gostaram nada da presença dos heróis intrusos e tentam abatê-los. Durante o confronto, um xamã kobold puxa uma alavanca que faz uma grade subir. Após isso, entra em cena um gigantesco crocodilo albino. Provavelmente a criatura de escamas brancas que andava atacando as embarcações dos pescadores do vilarejo. O combate é intenso, mas os heróis conseguem derrotar as criaturas.



6. Levando a cabeça do crocodilo albino gigante, os heróis retornam ao Vilarejo de Questor e são bem recepcionados pelos pescadores locais que lhes agradecem por terem lhes livrado da criatura, podendo assim voltar a subirem o rio para capturarem peixes para o vilarejo. Os pescadores fazem uma festa para os heróis em uma taverna local, pagam suas bebidas e suas acomodações. Os aventureiros adquiriram um pouco de notoriedade local.

7. Durante a festa, um outro grupo de aventureiros adentra a taverna e atrai a atenção de todos. São os Escamas Verdes, um grupo de heróis famosos na região. Eles escolhem uma mesa e lá permanecem até o final bebendo entre eles. Porém, mesmo na presença dos famosos Escamas Verdes, os pescadores locais continuam a comemoração da vitória dos personagens. Os heróis ainda não sabem, mas num futuro próximo eles e os Escamas Verdes estarão envolvidos numa grande conquista...

Os Escamas Verdes

MINHAS OBSERVAÇÕES

- O primeiro encontro da aventura foi meio que um "tutorial" do D&D 4E para os jogadores, pois todos eles são marinheiros de primeira viajem nessa edição. O intuito foi mostrar a eles como funciona os combates no D&D 4E.

-
O combate com os sapos gigantes foi bastante traumático para o humano battlemind Sendril, que praticamente não conseguiu agir em momento algum da batalha, pois estava sendo sempre engolido por um sapo ficando atordoado no processo. O encontro gerou muitas risadas e um trauma pro jogador. Hehehe.

-
O encontro na ponte foi feito com o intuito de apresentar aos jogadores os monstros do tipo Lacaio, inimigos com apenas um único ponto de vida que servem para encher o campo de batalha e atrapalhar os personagens. Os jogadores gostaram, minions são divertidos.

- O primeiro encontro dentro da masmorra foi bem mais tático. Era o primeiro encontro com uma dificuldade superior ao nível do grupo e além disso o terreno favorecia os monstros. Basicamente a área era tomada por um fosse de 6m e do outro lado do fosso havia uma plataforma em que os kobolds ficavam encima dela atirando nos heróis. Enquanto isso um kobold mais forte e um dragonete impedia que os heróis subissem na plataforma. A habilidade dos kobolds de ajustarem com facilidade os ajudava na tática avançar-bater-recuar.

- O combate na câmara final com os kobolds e com o crocodilo foi o primeiro encontro de nível + 2 do grupo. Geralmente quando eu crio os encontros finais eu procuro deixá-los de nível +3, por aí, mas como os jogadores eram iniciantes no sistema eu resolvi dar uma colher de chá. O encontro também serviu para apresentá-los uma mecânica do D&D 4E referente aos monstros do tipo Elite, monstros mais poderosos para seu nível, geralmente atuando como um chefe final ou sub-chefe. O combate foi até tranquilo para o grupo, só foi um pouco trabalhoso, porém o nosso Battlemind suou muito para tentar se manter de pé.

- No geral, todo o grupo aprovou o D&D 4E. Todos estavam jogando pela primeira vez e se divertiram muito com o sistema.

Por enquanto é só pessoal! Até a próxima postagem com a continuação de nossa campanha Crônicas da Tormenta. Rumo ao Nível 30!

Nenhum comentário:

Postar um comentário